A Pediatria é a especialidade médica dedicada à assistência e vigilância do estado de saúde das crianças. 

Mas ser Pediatra é muito mais do que ser "o médico das crianças". É o profissional de saúde que conhece e acompanha a familia desde o nascimento da criança até aos 18 anos, e muitas vezes até a geração seguinte. É com ele que se aconselham, que partilham o primeiro sorriso, a primeira papa ou os primeiros passos, mas também quem os ajuda e tranquiliza na primeira queda, nas dezenas de constipações ou nos problemas escolares e familiares. 

É o médico em quem confiam a saúde do vosso filho! 

CONSULTA DE SAÚDE INFANTIL


São as chamadas "consultas de rotina" ou da "criança saudável". O seu principal objetivo é garantir que a criança apresenta um crescimento e desenvolvimento harmoniosos e dentro de parâmetros normais. No fundo, para dizer aos pais: "está tudo bem!". E há alguma coisa melhor? 

Além da vigilância do crescimento e do desenvolvimento, é também um  momento crucial para o esclarecimento de dúvidas dos pais e aconselhamento em várias áreas como a nutrição, vacinação, prevenção de acidentes e promoção de hábitos de vida saudáveis. 

Permite ainda a deteção precoce e o acompanhamento e encaminhamento de situações que possam afetar negativamente a saúde da criança. 

Tem uma calendarização própria, mais regular nos primeiros dois anos de vida, e que corresponde a acontecimentos importantes na vida do bebé, da criança ou do adolescente, tais como as etapas do desenvolvimento físico, psicomotor, cognitivo e emocional, a socialização, a alimentação e a escolaridade. Para otimizar a vigilância em articulação com o Centro de Saúde é recomendável um calendário alternativo para estas consultas: 7-10 dias, 1 mês, 3 meses, 5 meses, 7 meses, 10 meses, 13 meses, 15 meses, 21 meses e depois anualmente. 

CONSULTA POR DOENÇA


Tal como os adultos as crianças também adoecem, e por sinal muito mais frequentemente, sobretudo depois de entrarem para o infantário e até aos dois/três anos de vida. 
Felizmente, com a vacinação e a melhoria dos cuidados de saúde em Portugal, a maioria das doenças deixou de ter um carácter emergente e não implica o recurso imediato a um serviço de urgência, o que aliás, não está recomendado. Não havendo sinais de alarme, a maioria destas situações pode ser "tratada" no conforto de casa, em contacto com o Pediatra, devendo haver uma avaliação presencial ao fim de alguns dias se a situação persistir e/ou antes do regresso a escola. 

Além destas situações agudas, alguns problemas mais arrastados podem também ser motivo único de consulta, sendo exemplos comuns: problemas de pele (pele atopica, urticária, molusco), crises frequentes de falta de ar (asma ou bronquiolite), dor abdominal, obstipação, enurese noturna...
 

Pediatria

Bruno Simões - Pediatra

Dr. Bruno Simões, Médico pediatra.

Consultório Médico 10